• Sobre a RH
  • Autor
  • Lojinha
  • Contato

Bem, devido às análises lineares daqueles que precisam “entender”, quando neste espaço já foi dito centenas de vezes que o modus operandi para participar e se beneficiar deste trabalho e suas respectivas publicações, é o modus operandi “apreender”, portanto, vou simplificar o que eu iria fazer com duas publicações, agora de forma mais clara e abrangente.

Não é possível, e quem já experimentou identificar a sua, se beneficiar de alguma forma com algum material, através da sua personalidade.

O mesmo eu afirmo quando trago em meu trabalho, um imenso número de inversões da humanidade, sobretudo, no modus operandi invertido de cada humano.

Até então, NENHUM deles tinha percebido a sua inversão, muito menos algum material que te mostrasse isso claramente e te convidasse a constatar por si.

Da mesma forma eu também afirmo, que NENHUM material te mostra e te faz confirmar, por você mesmo vibratoriamente, que VOCÊ É A SUA FONTE, pois, até então, o que mais tem por aí são materiais para criar dependência de alguém, ou, em alguns casos, de produtos variados até alucinógenos.

JAMAIS, jamais algum material te entregou a sua personalidade de bandeja, o seu veículo de controle e manipulação que te expõe e ridiculariza.

Não existia, até então trazido por este trabalho, algum material que te desnudasse e desconstruísse as suas inversões e hipocrisias por seu modus operandi.

Desconheço, um material que te diga que a sua mente, mente. Sim, a sua mente, ela mente para você, ela te sabota o tempo todo. Ao contrário, bem ao contrário, de diversos “ensinamentos” que te estimulam a expandir o seu mental, ou seja, expandir o seu algoz aprisionador te aprofundando em inversão.

Reconheço por aí, um imenso volume de materiais que estimulam a descalcificação da glândula pineal, ou seja, o aumento da vulnerabilidade do indivíduo, disfarçado de caminho evolutivo. Eis outra inversão muito usada e difundida por pessoas tão cegas quanto aqueles que eles dizem conduzir.

Isso na melhor das hipóteses, pois muitos já trabalham conscientemente a favor do domínio sobre os “buscadores”, que não têm a menor noção sobre os vigaristas, quando se submetem cegamente a qualquer coisa que o viole, explore e aprisione, pela sua obsessiva vontade de evoluir.

Também desconheço algum material que escancare o absurdo chamado “mediunidade/espiritualidade” que, ao contrário do que se semeia e se diz, isso é uma imensa vulnerabilidade a favor dos controladores, pois este é o veículo facilitador.

Bem, eu escreveria aqui milhares de linhas afirmando muitas inversões facilmente constatáveis por cada um que me lê, assim como, com muita facilidade mostraria as inversões e vigarices de vários métodos e supostas linhas de trabalho. Mas nada disso é necessário, muito menos da minha conta, pois cada um que se vire.

Então, caros indivíduos que me leem agora, ultimamente eu venho falando de diversas maneiras que o trabalho de Reversão Humana e, quem está aqui por mera curiosidade, não vale alguma atenção, pois aqui se aplica um trabalho específico e está disponível somente para os interessados. Ou seja, quem tem alternativas, eu deixo as perguntas: o que fazes aqui? Não confias na fonte que bebes? Reconheça-te inseguro por vir aqui buscar o que você não achou em NENHUM outro lugar.

Aos “passageiros” interessados, pois ilustro este trabalho e este espaço, também como uma nave, apertem os cintos, pois o peso excedente será excluído e só os participativos terão acesso aos conteúdos e respectivas atenções.

Eu não perco a viagem.

Podem chorar, podem me xingar, podem espernear, podem elaborar com seus cérebros lineares, as justificativas e argumentos que bem entenderem, pois eu tenho o “foda-se” ligado no máximo, eu tenho o controle desta nave e não caio nos lamentos e chantagens emocionais dos acomodados e oportunistas.

E sem argumentos ficam, quando sabem que eu não conduzo pessoas, não crio dependências e me valho em mandar cada um cuidar do seu cu (tradução: cuide de si para ser a sua única verdade e vida). Não há caminho, não há uma fonte exterior, nem o Anthonio, nem este trabalho. O que há é você dentro desta prisão de modus operandi que agora sabe que só você pode sair, e não há outro meio se não for SOZINHO.

Bem, o meu trabalho sou eu que aplico e preservo, portanto, quem entra nele de maneira séria, será muito bem vindo, mas quem tenta de maneira oportuna, ele mesmo se exclui por falta de vibração quando aquilo não lhe diz respeito.

Bem-vindos os que querem a sua Reversão Humana.

Anthonio Magalhães

Compartilhar
error:
×