qualquer coisa
  • Sobre a RH
  • Autor
  • Lojinha
  • Contato

Em seu modus operandi:

Toda vez que você quer o “certo”, você possibilita o “errado”.

Toda vez que você sugere o “bem”, você alerta sobre o “mal”.

Toda vez que você fala em cuidado com a “saúde”, você acende a possibilidade da “doença”.

Toda vez que você exalta o “bonito”, você anuncia que existe o “feio”.

Toda vez que você fala em “riqueza”, você mostra que há a “pobreza”.

Toda vez que você pede a “paz”, você mostra que há a “guerra”.

Toda vez que você diz “amar”, você não percebe, mas deixa claro que também pode “odiar”.

Estes e muitos outros exemplos de DUALIDADE, mostram claramente o modus operandi dos humanos que sequer desconfiam que, quando exaltam uma dualidade, eles também manifestam o seu oposto. Manifestar o oposto de forma indireta (dual), é mostrar que o oposto está dentro dele.

Toda e qualquer dualidade está dentro de cada humano:

Se você fala em luz, a treva se mostra dentro de você.

Se você fala em deus, você, mesmo indiretamente, tem o demônio dentro de si.

A dualidade, quando em seu modus operandi, mostra claramente o que está dentro e você não vê, porém, manifesta através da dualidade.

Compartilhar
error:
×