• Sobre a RH
  • Autor
  • Lojinha
  • Contato

Quando você se “pré-ocupa” com alguém, a sua preocupação está baseada nas suas crenças e conceitos que promovem suposições que geram inseguranças mentais.  O processo mental de se “pré-ocupar”, você não vê com seus olhos, mas ali nasce a energia gerada pela “pré-ocupação”.

Esse tipo de energia podemos identificar como egrégora.

Egrégora é a soma ou o conjunto das “energias coletivas do coletivo”, ou seja, o conjunto das energias que cada humano gera individualmente e coletivamente. Inclui-se as energias mentais, emocionais, sentimentais, reativas, revoltosas, vingativas, amorosas, carinhosas, caridosas, benevolentes, ou seja, todas as energias manifestadas pelos comportamentos, envolvimentos e pensamentos dos humanos.

Cada ação, reação ou qualquer tipo de pensamento de qualquer humano, gera energias e cada uma delas é absorvida pelos corpos energéticos. Cada energia específica fica armazenada no corpo que ela tem relação. Por exemplo: quando um indivíduo faz ou pensa algo relacionado ao seu cotidiano, como agredir alguém, esta energia é acumulada em seus corpos energéticos (campos elétricos que envolvem o corpo humano).

Não importa se a energia é vista por você como positiva ou negativa, o que importa é que todas têm o mesmo peso e tudo fica acumulado (preenchendo, avolumando e pesando cada vez mais).

Os seus corpos energéticos são os depósitos moldados pelas energias geradas por seu modus operandi. São as cargas destas energias que se acumulam em seus átomos, suas moléculas, suas células e sua essência (energia vital que anima o seu corpo físico).  E já sabemos o que acontece, não é? O seu corpo precisa transmutar o acumulado e expele em formas variadas de “doenças” e demências de comportamento quando é algo crônico.

Assim como a heliosfera, magnetosfera e ionosfera, que ao contrário de protetoras, são camadas isolantes que curvam o espaço/tempo, impedem a entrada do éter e constituem a prisão do planeta e deste sistema solar, o corpo físico humano também tem camadas isolantes (os corpos energéticos) que foram intencionalmente construídas pelos donos do jogo e mantidas e potencializadas pelo seu modus operandi via mental. Sim, estas camadas são conhecidas como corpos energéticos ou corpos sutis. Estes corpos isolam, aprisionam, acumulam e potencializam o mental e deixam os humanos vulneráveis às ações do SCMH (Sistema de Controle Mental dos Humanos).

Equivocadamente os indivíduos pensam que devem fortalecer os corpos energéticos através de terapias holísticas ou quaisquer práticas espirituais que ministram energias. Na verdade as práticas só aumentam e potencializam o autoisolamento criado pelos corpos energéticos.

Um indivíduo inconsciente sobre isso, através do seu modus operandi, ele acumula as energias geradas pelos seus pensamentos, interesses, práticas e hábitos, e tudo isso vai se acumulando nos seus corpos energéticos que, potencializados e cada vez mais fechados e resistentes, criam uma câmara elétrica com sérias consequências em todo o seu corpo físico, principalmente no seu cérebro.

Continua…

Trecho do Livro “O Corpo da Terra”, de Anthonio Magalhães

Este livro expõe que o seu corpo físico funciona exatamente e com riqueza de detalhes, como o corpo da Terra.

Compartilhar
error:
×