• Sobre 320.000 Anos
  • Contato

PRIMEIRO ASSISTA O VÍDEO:

Estas informações têm relação com o período de adaptação do Trabalho de Reversão Humana para os próximos 10 meses.
O que só se aproxima a cada 3.600 anos, para os atuais humanos é uma “novidade”, para os humanos é uma “descoberta”.

Não é Nibiru, é Hercólubus, a estrela gêmea do nosso sol.

Os astrônomos das grandes agências espaciais sempre souberam e nunca admitiram publicamente por razões que nem eles sabem, porém, eles acatam a proibição.

Há, de fato, o que se chama NEB’ HERU que não deve ser confundido com Nibiru (embarcação anunnaki) que tem formato de planeta mas não é.

Os sumérios, EQUIVOCADAMENTE chamavam Vênus, a Estrela da Manhã, de NEB’ HERU. Vale ressaltar que todos os registros sumérios são versões semeadas pelos anunnaki, pois a eles os sumérios se submetiam. Este período data de 13 a 14.000 anos. O controle anunnaki sobre este sistema solar acontece desde 320.000 anos.

Já, na mitologia mesopotâmica, NEB’ HERU é associado a Júpiter.

NEB’ HERU também é conhecido como Yeroushalaïm Celeste (Jerusalém Celeste). E assim ele é reconhecido e anunciado em 320.000 ANOS – O LIVRO.

O nome Nibiru, foi intencionalmente semeado pelos anunnaki justamente para confundir com NEB’ HERU, que é a grande embarcação dos Elohim (24 Consciências) que está próxima ao sol.

Pelo plano sagital encontra-se Hercólubus.

Próximo ao sol encontra-se NEB’ HERU.

Nibiru, a embarcação anunnaki, encontra-se voltando depois de afastado para a Ursa Maior. O tempo estimado para a sua volta é entre 1.000 e 1.200 anos terrestres.

 

Texto: NIBIRU X HERCÓLUBUS X NEB’HERU
Vídeo: NEM ELENIN, NEM NIBIRU

Compartilhar
error:
×