• Sobre 320.000 Anos
  • Contato

Você reconhece a prisão planetária, mas de que isso adianta se você não pode ser livre?

A única chance de você sair da prisão planetária, é você conseguir sair da sua prisão pessoal que é criada e mantida pelo seu modus operandi= funcionamento mental + crenças + dualidade.

Muito mais do que uma prisão de modus operandi, a combinação do funcionamento mental + crenças + dualidade o coloca completamente invertido sem a menor chance de sair da prisão planetária.

Desde 22 de dezembro de 2012 as portas da prisão planetária estão abertas, porém, todos continuam presos justamente por funcionarem pelo mental + crenças + dualidade.

Este modus operandi te coloca e mantém na prisão nesta terceira dimensão, mesmo morrendo fisicamente, mesmo com as portas da prisão planetária abertas, o seu modus operandi te mantém aprisionado e sem chance de liberdade.

No momento da morte física a sua vibração é medida pelo seu modus operandi, e a sua média vibratória que é o marcador do próximo passo. Se o seu modus operandi é via mental + crenças + dualidade, evidentemente que ele tem a média vibratória de um aprisionado de terceira dimensão e este é o seu estado vibratório estabelecido na sua essência, pois o corpo físico e alma literalmente morrem.

Após a morte física a prisão é dimensional, ou seja, você é um aprisionado na terceira dimensão por sua média vibratória não permitir ir além disso.

Ler este texto com o mental não te permite alcançar a sua realidade de aprisionado, pois não é possível “entender” o que está disponível para “apreender” e favorecer a sua liberdade.

Não há um evento astronômico, não há uma entidade, não há algum tipo de salvação, não há alguma forma de perdão, não há um ensinamento ou até mesmo este trabalho, que fará por você o que somente lhe acabe através da troca do seu modus operandi.

Não adianta percorrer o espaço físico/temporal desta dimensão que você está aprisionado. Mesmo que você atravesse este universo local e alcance a estrela mais distante que a ciência humana já registrou, você ainda estará na terceira dimensão.

A prisão é dimensional e nela você se mantém por sua vibração que é o resultado do seu modus operandi. Nada exterior a você muda isso. Não adianta esperar seres multidimensionais, arcanjos, entidades espaciais, santos, deus, fazer orações, fazer pedidos, ler canalizações, esoterismo, rituais, astrologia, terapias holísticas ou simplesmente ter fé em algo ou alguém, pois você é o único que pode e deve fazer por você. Se você não reconhece isso, você se aprofunda na sua própria prisão de crenças e essa escolha é somente sua.

Onde você está neste momento, todas as dimensões estão presentes. É a sua limitação vibracional de terceira que te impede de ver ou interagir com a quinta e as demais dimensões.

A liberdade que se alcança é através da sua mudança de modus operandi. A sua prisão continua e se aprofunda, porque você insiste em funcionar com o mental, ter crenças e a dualidade reger a sua vida.

O funcionamento mental + crenças + dualidade formam uma camada tridimensional intransponível. É impossível sair desta prisão de modus operandi que o mantém preso na terceira dimensão, usando o mental. É impossível ser livre se você ainda tem alguma crença que só existe neste mundo. É impossível voltar à liberdade se você é regido pela dualidade.

Vamos ilustrar a condição do modus operandi humano para simplificar o óbvio que este texto oferece: digamos que um indivíduo que funciona pelo mental, que tem crenças e é regido pela dualidade, ele seja considerado um jumento.

A dimensão terceira é a dimensão dos jumentos. Esta é a dimensão que os seres usam o mental, têm crenças e a dualidade rege as ações do seu modus operandi. Portanto, os seres desta média vibratória que os coloca com a vibração de terceira dimensão, todos, sem exceção, são jumentos.

Coloque 3 jumentos numa nave e os enviem para a lua. Não importa a distância, lá estarão os 3 jumentos com o modus operandi jumêntico.

A NASA enviou centenas de jumentos humanos para colonizar Marte. Nada muda, pois os jumentos estarão em Marte funcionando como jumentos, pois eles continuam em terceira dimensão, mesmo que em Marte a quinta dimensão seja movimentada de formas de “vidas”. Lembre-se: em qualquer lugar, os seres jumênticos de terceira dimensão não conseguem visualizar ou interagir com outras dimensões, nem a segunda.

A jumentice é justificada pelo modus operandi que, por sua vez, vibratoriamente os coloca na dimensão adequada à sua média.

No interior da Terra, conhecido como intraterra, há 2 dimensões com formas de vidas, diferentes da dimensão jumêntica da superfície: 1- terceira dimensão unificada (bem diferente da terceira dimensão jumêntica, que é dissociada) e 2- quinta dimensão.

Coloque os humanos jumênticos da superfície, tentado interagir no intraterra. Lá estarão os jumentos isolados vibratoriamente por seus modus operandi.

É impossível conviver com seres jumênticos que dependem do mental, têm crenças e são regidos pela dualidade. Os animais considerados “selvagens” não são tão perigosos e limitados.

Hoje, na Terra, a sua prisão é mantida pelo seu modus jumêntico operandi. O seu isolamento da eternidade vai permanecer enquanto você continuar usando estes miolos que te fizeram crer que raciocinam e te faz inteligente. Tão inteligente que nunca tinha alcançado a percepção da sua condição jumêntica.

A sua imagem no espelho justifica o estado do planeta, o estado da humanidade e o seu estado vibratório por seu modus operandi.

Você percebeu porque eu usei e abusei da redundância (repetir e repetir as explicações)? Justamente porque o seu modus operandi mental não vai te permitir alcançar este óbvio repetido exposto.

Compartilhar
error:
×