• Sobre 320.000 Anos
  • Contato

Os aprisionadores deste planeta que controlavam as ações sobre a humanidade, ao contrário do que muitos deduzem, eles não queriam envenenar para matar os humanos, mas sim, envenenar para levar sofrimentos aos humanos. Todo e qualquer tipo de “sofrimento”, leva os humanos ao caos que movimenta o grande jogo. E, é deste sofrimento humano que os controladores se alimentam.

Outro fator extremamente preponderante sobre a fluoretação da água, é a ação diretamente no cérebro dos indivíduos. Nos campos de concentração nazistas, o flúor era aplicado na água dos prisioneiros levando-os a alterações de comportamento.

“O resultado gerava uma espécie de apatetamento. Os prisioneiros cumpriam melhor suas tarefas sem questioná-las. Com o mesmo objetivo, o flúor é adicionado a alguns medicamentos psiquiátricos hoje em dia. Mais de 60 tranquilizantes largamente utilizados contêm flúor, como Diazepan, Valium e Rohypnol, da Roche, ligada à antiga I.G.Farben, indústria química que atuou na Alemanha nazista.”

Hoje, usando o Brasil como exemplo, nós vemos os absurdos de corrupção tão expostos e achamos “estranho” a letargia da população brasileira. A resposta está na fluoretação da água.

Atualmente, o Brasil continua envenenando os seus cidadãos, mesmo depois de muitos estudos científicos que motivaram muitos países a proibirem a fluoretação da água.

 

Leia também: ÁGUA FLUORETADA, UMA HERANÇA NAZISTA

 

 

Compartilhar
error:
×