• Sobre 320
  • ASSINATURAS
  • Contato
  • Temas
  • ASSINATURAS
  • Contato

Uma senha sera enviada para seu e-mail

O Ministério da Defesa da Rússia continua a analisar os documentos sobre a implementação de programas biológicos militares dos Estados Unidos e seus aliados da OTAN no território da Ucrânia. Documentos explosivos revelam como esses biolaboratórios ucranianos tentaram criar epidemias controladas, incluindo o coronavírus.

A Rússia apresentou gráficos muito interessantes relacionados ao programa de desenvolvimento de armas químicas e bacteriológicas na Ucrânia. A primeira coisa que chama a atenção neste esquema é que o Kremlin escreveu em letras claras os nomes de Barack Obama, Hillary Clinton, Joe Biden e George Soros como ideólogos do plano de extermínio da população russa.

Assim como outros 12 países da OTAN sabiam e ajudaram os EUA nesta operação criminosa para desenvolver armas biológicas. Eles também incluem as empresas farmacêuticas americanas Pfizer, Moderna e outras. Há um apagão completo na mídia ocidental sobre a Rússia acusando o “presidente” Joe Biden e as famílias de 3 ex-presidentes democratas de serem responsáveis ​​​​pela COVID-19 e pela rede de armas biológicas dos EUA na Ucrânia.

Esses documentos mostram claramente que nossos “governos democráticos” são na verdade corporações privadas disfarçadas de governos. O mundo é controlado por uma teia de corporações globalistas e os países são fazendas onde o gado humano é “controlado e ordenhado” pelos administradores das fazendas, ou seja, as tais “autoridades” do Estado.

Uma cena do filme Rede de Intrigas (1976) mostra o chefão de uma rede de televisão americana comentando que não existe países e pessoas, mas apenas um “sistema holístico de sistemas”, ou seja, um mundo de corporações.

Os governos e a democracia são uma completa fraude, mas o gado humano vive num mundo de fantasia, distraído com a lavagem cerebral da TV, novelas, Big Brother, circo político, filmes, fofocas de celebridades, esportes e outras distrações criadas pela cabala globalista.

O gado humano é condicionado a acreditar que a “função” do governo é “protegê-lo” e dar-lhe “segurança”. As principais funções do governo corporativo são mentir, roubar e matar.

A OMS injetou em africanos mais de 50 milhões de vacinas contra a varíola e em 11 de maio de 1987, um artigo sob este título foi publicado no The Times britânico: “A vacina contra a varíola causou uma onda de infecções com o vírus da AIDS”.

 

 

 

Compartilhar
error:
×